Uncategorized

Confira os requisitos para entrar em Portugal

Portugal é um dos destinos de viagem favoritos dos brasileiros no mundo todo e motivos para isso não faltam. Os encantos são vários de norte a sul, com as belas praias do Algarve, as ruas históricas de Lisboa, as ladeiras e o vinho do Porto, as cidadezinhas e os vilarejos que se espalham por todas regiões. Além, é claro, da gastronomia que d’água na boca só de lembrar, da proximidade cultural e histórica e da facilidade do idioma.

Porém, com a pandemia da Covid-19 o acesso a muitos países está restrito e temos recebido muitas perguntas de leitores sobre a possibilidade de visitar Portugal nesse momento. Apesar de já termos falado algumas vezes a respeito, nesse post vamos esclarecer a atual situação do país e quem pode viajar ao país.

É importante saber que somente residentes, cidadãos europeus e profissionais de áreas essenciais podem entrar em Portugal. Viagens de turismo para brasileiros continua proibida. É tido como viagem essencial: motivos profissionais, de estudo, de reunião familiar, por razões de saúde ou por razões humanitárias. Para o reagrupamento familiar se enquadra principalmente o reencontro de pai, mãe e filho.

Além disto, os passageiros que embarcam do Brasil para Portugal estão sendo obrigados a apresentar o exame RT-PCR negativo de Covid-19. A regra exigida pelo governo português está sendo monitorada pelas companhias aéreas e os passageiros que não apresentarem o teste podem ser barrados no check-in.

Pelo decreto 6756-C/2020 “em voos com origem em países de expressão oficial portuguesa  não é permitido o embarque ou a entrada em Portugal a passageiros não portugueses ou não residentes em Portugal, com destino ou trânsito em Portugal, que não apresentem, no momento da partida, comprovativo de teste ao COVID-19, nomeadamente um teste molecular RT-PCR, com resultado negativo, realizado nas últimas 72 horas antes do embarque.

Já para “os cidadãos portugueses ou estrangeiros com residência permanente em Portugal, que viajarem sem teste molecular RT-PCR serão imediatamente submetidos a teste no aeroporto, sendo que o custo do mesmo será imputado ao próprio passageiro.”

Resumindo, se você não é cidadão português ou estrangeiro com residência o seu embarque está vetado sem a apresentação do exame. Já se você é cidadão ou residente no país, o exame pode ser feito no aeroporto de desembarque em Portugal. Vale destacar que o teste no aeroporto de Lisboa custa 120 euros. O melhor é fazer o exame no Brasil que custa entre R$ 280 a R$ 400 dependendo do laboratório. Fique atento que o resultado demora 48 horas para sair. Não vale o exame rápido de farmácia.

A companhia aérea é obrigada a notificar as autoridades portuguesas de todos os passageiros que embarcarem sem o exame. Caso contrário, a companhia pode ser multada em 1.000 euros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *